AEROPORTO E OBRAS EM ANDAMENTO FAVORECEM O TURISMO EM GUARUJÁ

“Aeroporto Civil Metropolitano de Guarujá pode operar em outubro”. Essa foi a manchete da matéria publicada pelo jornal “A Tribuna”, 19/04/19, na editoria cidades. De acordo com o jornal, Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte deverão ser os primeiros destinos conectados pela empresa de aviação Azul, com início dos primeiros voos programados para o segundo semestre, conforme anunciou o governador João Dória.

Não seria o primeiro anuncio do tipo feito por uma autoridade pública sobre a transformação da base aérea em aeroporto comercial, mas desta vez tudo parece, de fato, contribuir. O Presidente Jair Bolsonaro apresentou o decreto 9.731 que flexibiliza o visto para turistas da Austrália, Canadá, Estados Unidos e Japão – um pleito do trade turístico que remonta anos de luta e que entrará em vigor no próximo dia 17 de junho, com irrestrito apoio do Visite Guarujá. A marca Guarujá figura em destaque e com enorme potencial de demanda também no mercado internacional.

Impacto econômico

Esperamos sejam concluídas as obras estruturais necessárias do aeroporto regional até 1º de outubro, data prevista para que todos possamos conhecer quem da iniciativa privada irá ganhar a concessão do edital que será lançado pela Prefeitura de Guarujá, após ser autorizada pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, 16/04/19, em Brasília.

O Aeroporto Civil Metropolitano, no Guarujá, durante 28 anos, deverá ser administrado pelo valor mínimo de R$ 1 milhão, além da previsão de investimentos que somam R$ 70 milhões, dos quais R$ 15 milhões destinados ao primeiro ano de funcionamento do novo equipamento.

“O prefeito de Guarujá, Válter Suman, acredita que os primeiros voos possam chegar a Guarujá entre novembro e dezembro”, como afirmou na reportagem, que incluiu depoimento no qual ele, com prudência, afirma: “Temos que estar com o pé no chão e seguir todo o protocolo, como fizemos até agora. Nossa expectativa é de quanto mais cedo começarmos esta operação, melhor. Pegar o início da temporada de cruzeiros seria perfeito”.

De fato, as aeronaves modelo ATR 72-600, com capacidade para até 70 passageiros, anunciadas pela Azul para atender os municípios que formam com Guarujá a mais linda orla turística do Estado, tendem a facilitar a movimentação dos viajantes a lazer e novas demandas turísticas para a região como um todo.

Facilidades

A chegada dos hóspedes por via aérea facilitará a vida de quem vier participar de um cruzeiro marítimo; dos veranistas, que desfrutam sol e praia nos finais de semana; dos praticantes de esportes de diversas modalidades, incluindo as náuticas; enfim, o aeroporto é, sem dúvida, uma conquista para quem curte nos visitar seja para saborear nossas delícias gastronômicas, para conhecer nossos atrativos culturais (shows, patrimônios históricos, espetáculos de teatro, entre outras ativações) ou participar de eventos corporativos e sociais que compõem o reforçado calendário de Guarujá o ano todo, como divulgamos no site.

Concordo com o ex-ministro e atual secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Vinicius Lummertz, quando ele afirma na reportagem que “Essa operação vai facilitar toda a Baixada e Litoral Norte no turismo, dispensando muita gente de uma viagem às vezes de até 8 horas para o interior de São Paulo. Isso vai ser feito em um tempo muito menor”.

Mais obras

Neste sentido, é fundamental que o secretário de Logística e Transportes, João Otaviano Machado Neto, mantenha o Governo do Estado trabalhando firme para melhorar os acessos ao futuro aeroporto e, ainda, as obras no Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI), na chegada a Santos.

Do mesmo modo, obras da ponte entre Santos e Guarujá, que devem começar até o final deste ano, a partir da liberação dos órgãos ambientais, e outra ligação por mar entre Santos e o Aeroporto precisam ser e devem estar concluídas com máxima brevidade possível.

Bem-receber requer mais

Enquanto entidade dedicada ao bem-receber, cabe lembrar que estamos atentos e atuantes. Ofertamos gratuitamente vagas para camareiras, garçons, recepcionistas e outros profissionais de hospitalidade em treinamentos como realizados em abril deste ano. Porém, estamos em tratativas com as secretarias de Turismo e Educação de Guarujá para realizarmos palestras de orientação e engajamento dos jovens nas redes sociais. O objetivo é assegurar a conquista do Prêmio Top Destinos Turísticos em 2019, com resgate da autoestima dos jovens estudantes de Guarujá; difundir o turismo como vetor estratégico para o desenvolvimento sustentável o ano todo e preparar receptivo com o envolvimento de todos elos produtivos impactados direta e indiretamente pela prosperidade que o Turismo pode proporcionar.

Não basta aumentar a demanda, é preciso planejar o ingresso de divisas, aliado a medidas sociais voltadas à geração de mais empregos e segurança.

 

Maria Laudenir Cardoso Soares de Oliveira (Lau)
Presidente do GCVB

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp